NISSAN GTR NISMO 2015

Mais um versão do nosso querido esportivo japonês do momento – o Godzilla (apelido carinhoso do Nissan GTR)! Em março deste ano, surgiram as primeiras notícias sobre a versão mais magra, mais agressiva e mais focada do melhor “custo X benefício X performance” desde 2008.

Pois é, parece que foi ontem, mas em 2008, a Nissan provou ao mundo que para se ter um dos carros mais rápidos e tecnológicos do mundo não é necessário gastar rios de dinheiro. Até pouco tempo atrás, um Nissan GTR 0km nas mão de importadores independentes costumava sair por cerca de 500 mil reais. Um carro caro, mas uma pechincha se comparado ao principal concorrente declarado, o Porsche 911 Turbo.

O Nissan GTR 2014 produz 545 Hp e 64 Kgfm de torque. Tudo isso é distribuído por cerca de 1750 Kgs, ou seja, não é exatamente um “peso pena”. O que mais me intriga a respeito do GTR é a facilidade de preparação do modelo. Hoje em dia, há “kits” de performance que podem deixar seu GTR um monstro de até 1500 Hp.

Nada mais natural que, em algum momento, a Nissan percebesse que seu filho estava sendo alvo de experiências ao redor do mundo, enquanto seus engenheiro sentavam confortavelmente no stock spec. Pois é, a história mudou. Para quem não sabe, NISMO é a divisão interna da Nissan responsável por pegar aquilo que já é bom e melhorar – grosso modo, é a mesma coisa que AMG para Mercedes, ///M para BMW, S line para Audi, em maior ou menor escala.

Inicialmente, especulava-se que o GTR NISMO teria bloco forjado, cerca de mais de 600 Hp de fábrica e que seria 300 Kgs mais leve. Quase isso! A potência do modelo ficou na casa dos 600 cvs mesmo. O torque subiu cerca de 2 Kgfm do modelo comum, estacionando nos 66,3 Kgfm. Agora, a redução de peso de “300 Kgs” passou bem longe – com aplicações de fibra de carbono por todos os lados, o GTR NISMO é cerca de 65 Kgs mais leve que um modelo standard.

O acréscimo de potência e torque do carro vem de um par novo de caracóis, um pouco maior que original, do modelo GT3 do GTR, além de novos conjuntos de admissão e escape, sem contar ajustes de pontos de ignição. Ou seja, um pouco mais do que o famoso “chip + filtro + escape”, feito por 99% dos proprietários de Nissan GTR. A Nissan confessa que se segurou para não extrair mais potência e torque no NISMO para não comprometer a durabilidade da transmissão, que sempre foi o “calcanhar de Aquiles” do GTR.

Ainda estamos esperando detalhes sobre os aprimoramentos de suspensão, chassi e freios, que deverão ser divulgados nos próximos dias.

Por hora, o que se sabe é que um protótipo do GTR NISMO fez a volta em Nurburgring Nordschleife em 7’08”, o que é incrível. Nada na sua categoria chega próximo disso, inclusive o novo Porsche 911 Turbo e Turbo S na geração 991, que, por hora, sabe-se que viram acima dos 7’20”. Embora a NISSAN não tenha divulgado oficialmente, especula-se que o NISMO é capaz de ir de 0 a 100 Km/h na casa dos 2,5 segundos.

 

O problema, no meu ver, é que essa versão do carro afasta-se perigosamente da ideia original de que o GTR era/é um tremendo custo benefício. Por hora, acredita-se que o NISMO custará na casa dos 200 mil dólares. Isso significa que, neste preço, para importá-lo, teremos um carro que facilmente ultrapassará a barreira do R$ 1.000.000,00 nas mão dos importadores independentes. Por melhor que o carro seja, carece da tradição de um esportivo como a Ferrari, Porsche ou Lamborghini. Notem, não estou entrando no mérito de quão bom pode ser o GTR NISMO, mas sim no quesito “quem pagaria mais de R$ 1 MM em um NISSAN?”.

Aliás, isso me lembra um ponto muito importante. Desde de meados de 2008, o NISSAN GTR é um carro que nasceu para ser preparado. Os equipamentos, preparadoras e potências disponíveis para o modelo são surreais.  Até mesmo a Switzer, preparadora de GTRs com mais de 1000 Hp, também tem kits voltados a aprimorar a “tocada do carro”, como o ClubsportPara mim fica muito difícil justificar a compra de um GTR NISMO se eu posso comprar um GTR 2014 por cerca de 450 mil reais e colocar mais 100 mil reais entre preparações e melhorias dinâmicas e ter um monstro com mais de 1000 Hp.

Curiosamente, o NISMO GTR vem a público justamente na época em que a Porsche finaliza o lançamento da nova geração (991) do Porsche 911 Turbo. Essa guerra não acabará nunca… ainda bem!

NISSAN GTR NISMO KORNCARS 1 NISSAN GTR NISMO KORNCARS 2 NISSAN GTR NISMO KORNCARS 3

 

 

 

Anúncios

Leave a Reply / Deixe Seu Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s