PORSCHE 911 R – AQUILO QUE ESTÁVAMOS ESPERANDO

Korncars Porsche 911 R 1

Não é novidade para ninguém que conforme os carros evoluem, eles se tornam cada vez mais tecnológicos. Números de potência e torque crescem, mas junto vem a necessidade de mais com segurança, ao ponto de hoje beirar o absurdo você ter que tirar a mão do volante para cambiar uma marcha.

Dirigir está se tornando algo muito diferente do que um dia foi.

Acredito que para todos os Porscheiros mais saudosistas, a geração 991 do Porsche 911, lançada em 2012, tenha sido talvez a “maior virada de página” da história marca. O câmbio manual foi abolido do GT3. Os atuais 911 serão todos turbinados.

No entanto, eu gosto de pensar da seguinte forma: uma montadora de carros de desempenho, como a Porsche, precisa estar na vanguarda das tecnologias necessárias em carros modernos. Se o setor automotivo está mergulhando de cabeça na era do downzing, sobrealimentação e câmbios de dupla embreagem, é necessário ter produtos para brigar nesse main stream. 

Feito isso, a pressão é reduzida e a montadora pode dedicar tempo fazendo produtos mais específicos, sem tanto compromisso com os tempos mais rápidos de volta ou com a eficiência. Esse, a meu ver, é o principal ponto do atual Porsche Cayman GT4 – alguém ousaria dizer que o carro equipado com o câmbio manual seria mais rápido do que um que um equipado com o famoso PDK?

Como disse em meu texto sobre o BMW M2, não se trata também de um puro grito purista velha guarda. Muitas das novas tecnologias de segurança ainda estão lá. Convido todos a dirigirem um carro da década de 90, com câmbio manual e tração traseira, e depois a fazerem o mesmo com um carro lançado hoje. As diferenças serão evidentes. Por óbvio que o “purismo” não é tão “puro” assim hoje em dia.

Por outro lado, você deve apreciar a iniciativa da marca em procurar agradar aquele nicho mais específico de compradores que ainda querem estar conectados com o carro de maneira mais contundente. Aqueles que buscam diversão em primeiro lugar, com desempenho em segundo. Não sejamos ingênuos, esse tipo de coisa é um sucesso para o marketing da montadora também.

Rumores rondam a Porsche no sentido de que está no forno uma nova versão do 911 que dirá não às turbinas, à tração integral e ao câmbio PDK. Por ora, está sendo entitulada “911 R”, revivendo uma designação que foi utilizada pela marca em 1967. A proposta é ser um legítimo Driver’s Car. 

Korncars Porsche 911 R 3

Para fazer jus a isso, o motor será aspirado, derivado daquele visto no atual GT3, com cerca de 450 Hps e possivelmente girando quase 9000 rpms. O câmbio será manual (possivelmente de 7 marchas). Os pneus traseiros deverão ser menos largos e não haverá asa traseira, o que significa menos grip e downforce, dando-lhe um comportamento “mais traseiro”. Espere também um carro mais leve (apenas não sei se mais leve que o GT3). O visual deve ser uma versão mais limpa do GT3, conforme as fotos vistas aqui.

São rumores. Sabe-se apenas que a Porsche trabalha no projeto, bem como que será limitado a algo entre 600 e 800 unidades. Deveremos ter mais novidades até o Salão de Genebra de 2016, por volta de março do ano que vem. Supostamente, a fila de espera já existe e as unidades estão todas vendidas.

Korncars Porsche 911 R 2

Anúncios

Um comentário sobre “PORSCHE 911 R – AQUILO QUE ESTÁVAMOS ESPERANDO

Leave a Reply / Deixe Seu Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s