FERRARI 488 GTB – SUCESSORA DA FERRARI 458 ITÁLIA

Korncars Ferrari 488 GTB I

Não é segredo para ninguém que nos carros esportivos modernos, as sensações atrás do volante são baseadas naquilo que os computadores do veículo permitem ou simulam para você. Foram-se os tempos dos motoristas super heróis, em que comprar um carro esportivo era mais do que um ato de ostentação, era pura e simples ousadia.

Sim, o mercado se tornou politicamente correto. Carros precisam apelar para uma gama cada vez maior de compradores, e isso inclui também as Ferraris. Quem diria que um dia o mais velho, gordo e sedentário dos motoristas poderia sentar atrás de um carro V8, motor central, com 562 Hp e 57 Kgfm de torque, tração traseira e ir ao shopping ou sair para jantar. Pois é, foi assim com a 458 Itália, modelo que sai de linha para dar espaço a algo ainda mais visceral, a 488 GTB.

Korncars Ferrari 488 GTB IV

Assim como feito recentemente com a Califórnia T, carro pelo qual não tenho o menor apreço, apesar de admirar a proposta, a Ferrari seguiu o caminho da sobrealimentação por turbos na 488 GTB. Segundo fontes internas, não fosse a questão dos poluentes, a Ferrari não teria enveredado por esse caminho (o que duvido).

Os resultados são: 661 Hp e 77 Kgfm de torque. Ou seja, 100 Hp e 20 Kgfm de torque a mais que a 458 Itália. O motor agora é 3.9, V8, ou seja, menor que aquele do modelo anterior, mas acoplado as duas turbinas IHI. O câmbio continua sendo de dupla embreagem de 7 marchas, ainda mais rápido e imediato que no modelo anterior. A tração continua traseira. O acelerador ficou um “pentelhésimo” mais lerdo.

Korncars Ferrari 488 GTB motor

A grande preocupação de toda montadora que se preze quando ao assunto é turbo consiste na resposta do motor. Ou seja, quanto o motorista consegue interagir com a banda de RPM e se sentir parte da equação. Essa nova geração de carros esportivos turbinados é marcada por tecnologias que visam conferir linearidade ao conjunto.

Dessa forma, para assegurar que a 488 GTB seja o carro turbo mais aspirado possível, ela continua girando mais de 8000 rpms, onde você vê o pico de potência, e o carro entrega três mapas de torque: um mais suave nas primeiras três marchas; outro mais agressivo para a quarta, quinta e sexta; e o pico só vem na sétima.

Korncars Ferrari 488 GTB II

O visual interno continua extremamente parecido com aquele do modelo anterior. Por fora, na minha opinião, fizeram um trabalho conservador de deixar as linhas ainda mais suaves e sutis. É como se tirasse todo o aspecto alien da 458. A indústria e os fãs da Ferrari insistem em dizer que é “apenas um facelift”, mas com a quantidade de mudanças debaixo do capô, está mais para uma nova geração.

Korncars Ferrari 488 GTB Interior

Da Speciale, versão semi-pista do modelo anterior, herda-se o side slip control, uma maneira engenhosa de transformar os mais comum dos motoristas em pilotos capazes de botar mais de 600 cvs de lado com controle. Se um dia automatizaram o punta tacco, certamente que fariam o mesmo com os power slides. Também temos uma suspensão que herda diversos componentes da versão track oriented da 458 Itália.

Por hora é isso, não gosto de falar daquilo que não conheço pessoalmente. Apenas digo que a 488 GTB tem uma baita responsabilidade em dois sentidos – primeiro, ultrapassar a 458 Itália como um carro especial; e, segundo, entrar de cabeça no duelo de performance com Mclarens, GTRs e Porsches, uma vez que não há mais desculpa da aspiração natural.

Korncars Ferrari 488 GTB III

 

 

Anúncios

Um comentário sobre “FERRARI 488 GTB – SUCESSORA DA FERRARI 458 ITÁLIA

Leave a Reply / Deixe Seu Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s