MERCEDES BENZ CLA 45 AMG

CLA 45 AMG I

Quem me conhece sabe que sempre procuro pesquisar em variadas fontes antes de escrever qualquer coisa na coluna “novidades automotivas”, porém, dado os vídeos e matérias recém lançados sobre o Mercedes Benz A 45 AMG, elogiando o veículo, não pude deixar de ficar curioso para saber como seria o pequeno sedã + coupé equipado com o mesmo conjunto mecânico, porém, com um visual bem diferente, o CLA 45 AMG.

Eis que saio a busca de material sobre o CLA 45 AMG e me deparo com um review do famoso Top Gear, que parece sugerir que as diferenças com o A 45 AMG estão muito além do que apenas os olhos podem ver.

No papel, o CLA 45 AMG é equipado com o mesmo motor 2.0 turbo de 4 cilindros, câmbio de dupla embreagem e sistema de tração integral que o seu irmão hatchback. Salvo por um ou outro ajuste diferenciado de suspensão e os 30 Kgs a mais do peso da CLA 45 AMG, totalizando 1585 Kgs, os carros deveriam ser idênticos. O balanço da conta são: (i) 360 cvs  e 46 Kgfm; (ii) aceleração de 0 a 100 Km/h em 4,6 segundos; e (iii) velocidade máxima limitada eletrônicamente nos 250 Km/h.

Top Gear dá a enteder que o CLA 45 AMG não é um carro tão radical como o A 45 AMG. Mesmo optando pelo conjunto de escape mais esportivo, o CLA 45 AMG não parece soar agressivo como todos os demais AMGs, exceto por um ou outro pipoco vindo dos gases do escapamento nas trocas de marchas ou desaceleradas.  Outra crítica feita ao carro é que muito embora a Mercedes divulgue o carro como tração integral, na maior parte do tempo, são somente as rodas motrizes dianteiras fazendo todo o trabalho, sendo as traseiras acionadas em circunstâncias de pouca tração.

Destacou-se negativamente também a posição do motor, muito em cima do eixo dianteiro, quase da mesma forma que a Audi faz com seus carros, em especial como fez com o RS3. Apesar de ser menos pesado na dianteira que o concorrente de Ingolstadt, ainda assim, tal característica empobrece a “tocada” do carro.

No que diz respeito ao câmbio, ainda critica-se que a resposta não é imediata como se esperava, especialmente nas reduzidas em alto giro, porém, o maior comentário negativo vem da relação alongada entre marchas, especialmente em terceira e quarta, fazendo o turbo lag ser notável!

A conclusão final é que, muito embora não se possa deixar de elogiar o esforço da Mercedes Benz em fazer um carro rápido e refinado de entrada na linha AMG, esperava-se que o CLA 45 AMG tivesse uma dirigibilidade mais envolvente, divertida e emocional. O Top Gear dá uma nota entre 6 e 7 de 10, para o carro.

Obviamente, esse é um dos carros que espero ter a chance de avaliar quando chegar ao Brasil e, assim que isso acontecer, terei o maior prazer em dizer se a percepção do Top Gear é válida ou não, haja vista que confio mais em outras publicações para avaliar um carro do ponto de vista técnico.

Agora, se me permitem uma primeira opinião:

(i) O carro pesa 1585 Kgs e tem o motor bem deslocado acima do eixo dianteiro. Junte-se a isso que o carro comporta-se primordialmente como um carro tração dianteira. Isso para mim quer dizer que muito possivelmente o CLA 45 AMG vai sair de frente com razoável facilidade, especialmente, levando em conta os números de potência e torque, e como a performance é entregue por um motor turbo.

(ii) Apesar de o câmbio ser de dupla embreagem, com 7 marchas, o escalonamento longo delas me preocupa e muito. Vejam bem, carros turbo, especialmente com turbinas grandes, como o CLA 45 AMG, precisam ter relações curtas. Está no pacote diversão do carro sobrealimentado! Se você quer marchas longas, então, apele para um motor aspirado, “big block”, para ter o prazer de explorar aquela curva de torque gradativamente conforme os RPMs sobem!

(iii) O fato da tração integral ser acionada somente sob condições de necessidade tração, bem como a ausência de um ronco mais cativante, em um AMG, para mim, são pecados. AMG que se preze precisa roncar grave, grosso e alto. Se conseguiram um excelente trabalho com a CLS 63 AMG, que também é sobrealimentada por Turbo, por que não fazer o mesmo com o CLA 45 AMG. Além disso, AMG tem que ser capaz de dar a famosa “traseiradinha”, coisa que deve ser muito difícil com a forma de tração até então empregada no carro.

De fato, espero que minhas expectativas até o momento sejam completamente frustradas quando eu andar no carro… mas, por hora, é o que temos.

CLA 45 AMG IV CLA 45 AMG II CLA 45 AMG III

Anúncios

Leave a Reply / Deixe Seu Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s