ASTON MARTIN V12 Vantage S – UM “NOVO” ASTON?

Aston Martins são carros diferenciados, feitos para pessoas que pensam não somente em performance, mas também em estar a bordo de um dos modelos mais lindos disponíveis. Ok, não é a marca mais conhecida ou popular do mundo dos carros esportivos, mas, graças ao James Bond, não deixa de ser um ícone automotivo, admirado por muitos e idolatrados por alguns.


Eu, particularmente, sempre fui fanático pelo visual dos Astons. Confesso que acho o Aston Martin DBS um dos carros mais lindos que já vi. Porém, daí até dizer que tenho a mesma admiração pelas aptidões dinâmicas dos Aston Martins seria um longo pulo!


Vejam bem, eu admiro muito a configuração GT (gran turismo) dos veículos da marca. A simplicidade do carro é cativante. Um belo chassi, tração traseira e uma ótima ergonomia… e… só! Motor? Em geral, o ronco é maravilhoso, mas o desempenho?! Na melhor das hipóteses é razoável.


Recentemente, tive a chance de dar uma volta rápida em um Vantage V8 equipado com o câmbio Sportshift. Honestamente, no tempo em que vivemos, qualquer coisa abaixo de um câmbio de dupla embreagem é uma escolha muito perigosa. Muito embora os modelos mais recentes venham com a versão II ou III deste câmbio semi-automatizado, agora, com 7 marchas, no quesito velocidade das trocas e obediência aos comandos do motorista, é um tanto trágico.


Quando a Aston resolveu lançar o Vantage V12 com câmbio manual, eu quis muito acreditar que poderia ser um dos carros mais incríveis, talvez, o melhor carro “purista” até então disponível no mundo. A ideia de motor dianteiro, tração traseira e câmbio manual em um carro não vindo de um fabricante norte-americano parecia sensacional. Pois é… “parecia”… nada contra o Vantage V12, mas o carro simplesmente não conseguiu fazer frente em termos dinâmicos aos seus principais concorrentes declarados, como o Audi R8 V10, Mercedes Benz SLS e não vamos nem entrar no mérito do Porsche 911 Turbo ou Nissan GTR, entre muitos outros.


Apesar de dinamicamente inferior, é preciso reconhecer que a aura Aston Martin estava mais presente do que nunca no Vantage V12. Power, Beauty and Soul, como diz o lema da marca toda vez que o motorista dá ignição em um Aston! O desempenho era acima da média para os demais Astons e o carro tinha tudo que a marca quer passar!


Esse semana a Aston acabou com o mistério a respeito do seu “NOVO” modelo radical da linha Vantage.


Rufem os tambores!!!

O carro é o Aston Martin Vantage V12 “S“!

Pois é! O que você ganha então com a saída de linha do Vantage V12 e a chegada do Vantage V12 “S”?

 

Aston Martin V12 Vantage S I


A Aston diz que o novo modelo é mais leve, mais potente e com uma transmissão ainda mais direta. “O Aston Martin mais feroz já produzido”… será que caberia um “só que não”, aqui?


Vamos aos números:


– O novo motor  é 15 Kg mais leve, produz 56 Hp e 5 Kgfm de torque a mais que o antigo, resultando em 573 Hp e 63 Kgfm de torque.


– A velocidade máxima do Vantage V12 S é de 329 Km/h! Estima-se que o 0 a 100 Km/h será feito em menos de 4 segundos.


– A transmissão é agora a Sportshift III, manual semi-automatizada de 7 marchas (mas não de dupla embreagem). A Aston diz que as respostas aos comandos do motorista são muito melhores.


O Vantage V12 S também conta com freios com composto de carbono-cerâmica, bem como amortecedores reguláveis e um novo modo de pista exclusivo que retarda ao máximo a entrada do ABS.


Realmente, tudo indica que o Vantage V12 S tem todos os ingredientes para ser o Aston Martin mais capaz em termos de performance dos últimos anos e, realmente, eu torço para isso. Os carros da marca merecem desempenho condizente com o seu nível de beleza.


O que realmente me incomoda hoje em marcas como a Aston Martin ou a Lamborghini é a sua incapacidade de evoluírem e criarem novos produtos. Consigo enxergar algumas razões para isso, tais como: (i) não se mexe em time que está ganhando (o que discordo totalmente, pois há muito tempo essas marcas não possuem posição de destaque de mercado); (ii) comodidade, afinal, ainda cativam o imaginário de quem vê esses carros passando (também tendo a não concordar, haja vista que já ouvi muita gente falando que Astons são lindos, mas falta inovação); ou (iii) falta de dinheiro para investir em novas tecnologias e design (essa sim parece ser a razão mais plausível).


A verdade é que hoje em dia, o público têm mais acesso à informação. Os tempos são outros e a euforia econômica passou, ou seja, o mercado não vai deixar você se sair bem com coisas “razoáveis”. Não basta ter um carro “razoável”. É preciso inovar, ser referência em algum aspecto que não somente beleza. Nesse aspecto, muito embora eu torça para o Aston Martin Vantage V12 S ser um sucesso, acho que o potencial comprador pode encontrar opções mais vantajosas pelo preço. Para vocês terem uma noção, o Vantage V12 era um carro de US$ 180.000,00. Alguém acha que o V12 S custará menos que isso

 

35c63-astonmartinv12vantagesiv d73a5-astonmartinv12vantagesiii e1377-astonmartinv12vantagesii

Visite nossa página no facebook: http://www.facebook.com/korncars e dê um curtir para ter acesso a mais conteúdo, bem como conhecer outros fanáticos com a mesma paixão que nós por carros esportivos.

Gosta de veículos em miniatura? Não deixe de visitar o www.minikars.blogspot.com.br.

Anúncios

Leave a Reply / Deixe Seu Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s